Decreto-Lei n.º 195/91 (INCLUI VALOR DAS MULTAS)

A Legislação. É de Lei ? , Não é De Lei ?. Coloque aqui as dúvidas, perguntas e Sugestões.

Decreto-Lei n.º 195/91 (INCLUI VALOR DAS MULTAS)

Mensagempor Visitante » 30 nov 2004, 00:00

MINISTÉRIO DA INDUSTRIA E ENERGIA

Decreto-Lei n.º 195/91 de 25 de Maio


O progressivo aumento do peso relativo do sector dos transportes no balanço energético, associado à elevada dependência dos combustíveis, gasolina e gasóleo, nos transportes rodoviários, impõe a adopção de medidas que permitam diversificar a gama de carburantes utilizados neste sector.

São, por outro lado, evidentes as consequências do impacte ambiental resultantes do acentuado aumento do nível da motorização no Pais, com particular incidência nas zonas de elevada concentração urbana e rodoviária, não obstante a introdução da gasolina sem chumbo no consumo e o desenvolvimento de novas tecnologias que conduziram à produção de novos motores térmicas de menor consumo e de menores valores de emissões de poluentes.

Torna-se, assim, pertinente estabelecer os princípios que disciplinem a utilização de carburantes menos poluentes, nomeadamente os gases de petróleo liquefeitos, geralmente designados por GPL, nos veículos automóveis, tendo em vista não só a salvaguarda dos aspectos de segurança como ainda a garantia do acesso a uma rede de distribuição no País, contribuindo para uma maior penetração do GPL no mercado dos carburantes, à semelhança do que sucede nos demais Estados membros das Comunidades Europeias.

Foram ouvidos os órgãos de governo próprio das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira.

Assim:


Nos termos da alínea a) do n.º 1 do artigo 201.° da Constituição, o Governo decreta o seguinte:



Artigo 1.°

Objecto

Os gases de petróleo liquefeitos (GPL) são admitidos como carburantes normais para utilização nos veículos automóveis ligeiros e pesados, equipados com motores de ignição comandada ou por compressão, cujos novos modelos estejam já adaptados à utilização do GPL como carburante e ainda nos já matriculados com possibilidade de adaptação à utilização deste carburante, aprovados nos termos do presente diploma.



Artigo 2.°


Características dos veículos

1 - Os veículos que utilizem GPL devem garantir um nível de segurança adequado, devendo, para o efeito, obedecer às prescrições técnicas a fixar em regulamento.

2 - A utilização do GPL nos veículos não exclui a possibilidade de os mesmos disporem, ou continuarem a dispor, de um sistema de alimentação para outro carburante.


Artigo 3.°

Componentes da instalação do GPL

1 - Os diversos componentes inerentes à utilização do GPL nos veículos devem ter os respectivos modelos aprovados de acordo com as disposições a estabelecer no regulamento referido no n.º 1 do artigo 2.°

2 - O conjunto de componentes inerentes a utilização do GPL pode constituir um conjunto específico, vulgarmente designado por kit de conversão, o qual deve ser aprovado de acordo com o previsto no número anterior.



Artigo 4.°

Entidades competentes para adaptação do GPL aos veículos

1 - A adaptação de um veículo à utilização do GPL só pode ser efectuada por entidade técnica reconhecida para esse fim pela Direcção-Geral de Energia.

2 - A entidade técnica responsável pela adaptação referida no número anterior deve garantir a conformidade de montagem da instalação e o correcto funcionamento do veículo de acordo com as especificações estabelecidas pelo construtor do veículo ou fabricante do kit de conversão ou, ainda, pelos seus representantes legais.

3 - A conformidade da adaptação à utilização do GPL e o correcto funcionamento de veículo são atestados, para cada veículo, por um certificado emitido pela entidade técnica reconhecida.

4 - O modelo do certificado referido no número anterior bem como o processo de reconhecimento de entidades técnicas serão definidos em regulamento.



Artigo 5.°

Aprovação de novos modelos de veículos que utilizam GPL

A aprovação de novos modelos de veículos que utilizam o GPL como carburante é feita de acordo com a legislação nacional em vigor específica de aprovação de veículos automóveis, obrigando ainda à apresentação de documentação comprovativa do estabelecido no artigo 3.° e dos relatórios de ensaios, emitidos por laboratórios acreditados nos termos da legislação aplicável.



Artigo 6.°

Inspecção a veículos já matriculados adaptados à utilização do GPL

A circulação de qualquer veículo já matriculado, adaptado à utilização do GPL, fica condicionada à aprovação do veículo numa inspecção extraordinária requerida pelo respectivo proprietário à Direcção-Geral de Viação.



Artigo 7.°

Identificação dos veículos que utilizam GPL

Os veículos que utilizam GPL como carburante devem possuir, à retaguarda e de modo visível, uma identificação, de modelo a definir em regulamento, de modo a poderem ser facilmente reconhecidos.



Artigo 8.°

Proibição de estacionamento em locais fechados

Por razões de segurança, decorrentes das características dos combustíveis gasosos, os veículos que utilizem GPL como carburante apenas podem ser estacionados ao ar livre.



Artigo 9.°

Fiscalização

Sem prejuízo da competência atribuída por lei a outras entidades, a fiscalização do cumprimento do presente diploma competirá às seguintes entidades

a) Direcção-Geral de Viação;

b) Guarda Nacional Republicana e Policia de Segurança Pública.






Continua >>>
Visitante
 

Decreto-Lei n.º 195/91 de 25 de Maio

Mensagempor #Autogas.co.pt » 30 nov 2004, 00:00

Artigo 10.°<br>Contra-ordenações<br><br>1-Constitui contra-ordenação punível com coima:<br><br>a) De 10 000$ a 50 000$-a violação do artigo 7.°;<br><br>b) De 100 000$ a 500 000$-a utilização de componentes não aprovados nos termos do artigo 3.°, bem como a adaptação de veículos por entidades não reconhecidas nos termos do n.º 1 do artigo 4.°;<br><br>c) De 200 000$ a 500 000$-a violação do artigo 6.°;<br><br>d) De 200 000$ a 1 000 000$-a violação do artigo 8.°<br><br>2-No caso de o autor da contra-ordenação ser uma pessoa singular, o montante máximo da coima prevista na alínea d) do número anterior reduzir-se-á para 500 000$.<br><br>3-Sem prejuízo da aplicação da coima prevista na alínea d) do n.º 1, a violação do disposto no artigo 8.° determina a remoção imediata do veículo, nos termos da legislação aplicável.<br><br>4-Nas contra-ordenações previstas no presente diploma a negligencia é punível.<br><br>Artigo 11.°<br><br>Instrução do processo e aplicação das coimas<br><br>1-Salvo o disposto no número seguinte, a instrução dos processos por contra-ordenação e a aplicação das respectivas coimas são da competência da Direcção-Geral de Viação, no continente, e dos serviços e organismos das administrações regionais, nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira.<br><br>2-No caso de contra-ordenação prevista na alínea b) do n.º 1 do artigo anterior, cabe à Direcção-Geral de Energia, no continente e no âmbito das suas competências, e aos serviços competentes das administrações regionais, nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, a instrução dos processos e a aplicação das respectivas coimas.<br><br>Artigo 12.º<br><br>Destino do produto das coimas<br><br>O produto das coimas aplicadas pelas contra-ordenações sancionadas neste diploma constitui receita do Estado, revertendo 40% dos montantes para o organismo autuante.<br><br>Artigo 13.°<br><br>Legislação revogada<br><br>É revogada a Portaria n.º 503/76, de 9 de Agosto.<br><br>Artigo 14.°<br><br>Regulamentação<br><br>1-A regulamentação prevista no presente diploma será aprovada por portaria conjunta dos Ministros da Indústria e Energia e das Obras Públicas, Transportes e Comunicações.<br><br>2-A regulamentação referida no número anterior incidirá, de igual modo, sobre a definição e caracterização das prioridades na implantação de postos e locais de abastecimento de GPL aos veículos.<br><br>Artigo 15.°<br><br>Entrada em vigor<br><br>O presente diploma, com excepção do artigo 14.° e das normas que prevêem a sua regulamentação, entra em vigor 90 dias após a data da sua publicação.<br><br>Visto e aprovado em Conselho de Ministros de 21 de Março de 1991 - Aníbal António Cavaco Silva - Vasco Joaquim Rocha Vieira - Lino Dias Miguel - Manuel Pereira - Luís Fernando Mira Amaral - Joaquim Martins Ferreira do Amaral.<br><br>Promulgado em 10 de Maio de 1991.<br><br>Publique-se.<br><br>O Presidente da República, MÁRIO SOARES.<br><br>Referendado em 15 de Maio de 1991.<br><br>O Primeiro-Ministro, Aníbal António Cavaco Silva.
#Autogas.co.pt
 

Mensagempor Cali » 14 set 2005, 20:33

este tópico já cá andava, mas ninguem lhe ligava nenhuma. Como o pessoal anda sempre a perguntar o valor das multas, eu alterei-lhe o titulo (para referir isso mesmo) e coloquei-o como fixo.
"Esta assinatura está em processo de privatização. Aceitam-se ofertas.
--------------------------------------
Avatar do Utilizador
Cali
Cidadão Virtual
 
Mensagens: 1446
Registado: 11 abr 2005, 10:39

Mensagempor rdd48856 » 14 set 2005, 20:51

Ó Cali mas parece que esta portaria foi revogada pela debaixo :?: :!:
Punto 55 Burrié....até os burros merecem injecção electrónica! Lovato Fast: 7,2l/100Km; 4,3€/100Km; 108g CO2/km
GrandModusGPL...shaken but not stirred! BRC Plug&Drive: 9,1l/100Km; 5,5€/100Km; 135g CO2/km
rdd48856
Moderador(a)
 
Mensagens: 7852
Registado: 13 abr 2005, 10:36
Localização: Algarve

Mensagempor Cali » 14 set 2005, 20:57

a mim, parecem-me ser complementares. Até porque a mais recente refere apenas questões de caracter técnico da instalação, e não fala em multas, por exemplo.
"Esta assinatura está em processo de privatização. Aceitam-se ofertas.
--------------------------------------
Avatar do Utilizador
Cali
Cidadão Virtual
 
Mensagens: 1446
Registado: 11 abr 2005, 10:39

Mensagempor FordMondeo do terror » 18 set 2005, 01:29

o valor das multas e em contos pelo tempo que tem a circular eu acho e nao em euros corrige me se estou enganado Cali
FordMondeo do terror
Utilizador Junior
 
Mensagens: 54
Registado: 11 set 2005, 04:05

Mensagempor Cali » 19 set 2005, 13:42

"a) De 10 000$ a 50 000$-a violação do artigo 7.°;"


ainda te lembras do cifrão, não ? :lol: Se isto fosse em Euros estavas só a pagar 2.000 contos de multa, na versão mais barata. :roll:
"Esta assinatura está em processo de privatização. Aceitam-se ofertas.
--------------------------------------
Avatar do Utilizador
Cali
Cidadão Virtual
 
Mensagens: 1446
Registado: 11 abr 2005, 10:39

Mensagempor xekh » 20 abr 2006, 20:47

Olá a todos.
Disseram-me que se for apanhado a por GPL no carro sem ter a inspecção feita a multa é de 200 contos. No entanto não vejo nada na lei.
Alguem ja foi apanhado na situacao descrita?
xekh
Utilizador
 
Mensagens: 130
Registado: 02 nov 2005, 13:57

Mensagempor eduardomaio » 09 mai 2006, 15:12

xekh Escreveu:Olá a todos.
Disseram-me que se for apanhado a por GPL no carro sem ter a inspecção feita a multa é de 200 contos. No entanto não vejo nada na lei.
Alguem ja foi apanhado na situacao descrita?


c) De 200 000$ a 500 000$-a violação do artigo 6.°;
Lista de postos de abastecimento em www.maisgasolina.com
Avatar do Utilizador
eduardomaio
Cidadão Virtual
 
Mensagens: 1013
Registado: 22 out 2005, 23:32

Mesmo assim a minha opiniao

Mensagempor xekh » 09 mai 2006, 16:08

Artigo 6.°

Inspecção a veículos já matriculados adaptados à utilização do GPL

A circulação de qualquer veículo já matriculado, adaptado à utilização do GPL, fica condicionada à aprovação do veículo numa inspecção extraordinária requerida pelo respectivo proprietário à Direcção-Geral de Viação.

---

Pelo que vejo nem posso circular com o carro.....
Mas estar a abastecer o carro está parado logo não viola o artigo 6º.Pois posteriormente até posso arrancar a gasolina
xekh
Utilizador
 
Mensagens: 130
Registado: 02 nov 2005, 13:57

Mensagempor Gestor » 09 mai 2006, 16:21

Pelo que vejo nem posso circular com o carro.....


Podia desde que tenha pedido a mesma a DGV...
A gasolina até a data da Inspeção...
WWW.AUTOGAS.PT
Avatar do Utilizador
Gestor
Site Admin
 
Mensagens: 426
Registado: 10 abr 2005, 21:50
Localização: Lisboa

Re: Decreto-Lei n.º 195/91 (INCLUI VALOR DAS MULTAS)

Mensagempor amatos » 22 ago 2008, 22:41

Pessoal sou novo por estas andanças, mas não em GPL, diria mesmo que é uma das minhas maiores lutas é troná-lo mais conhecido ...todos os meus carros ..ou converto, ou já compro assim ...sem exepçãp....
Mas queria colocar-vos esta dúvida em relação a isto...
Gestor Escreveu:
Pelo que vejo nem posso circular com o carro.....


Podia desde que tenha pedido a mesma a DGV...

A gasolina até a data da Inspeção...


o decreto lei diz que
circulação de qualquer veículo já matriculado, adaptado à utilização do GPL, fica condicionada
o que significa que mesmo a cricular a gasolina não popde porque ja foi adaptado ...por isso como "desde que tenha pedido autorização???
Que autorização é essa????
CITROEN E GPL mistura bombástica
Avatar do Utilizador
amatos
Utilizador Junior
 
Mensagens: 34
Registado: 22 ago 2008, 21:44

Re: Decreto-Lei n.º 195/91 (INCLUI VALOR DAS MULTAS)

Mensagempor migrod » 22 ago 2008, 23:25

Pode consultar este e todas as alterações posteriores que corrigem e complementam este Decreto-Lei na área de Legislação no website da ANIC-GPL :wink:
Avatar do Utilizador
migrod
Cidadão Virtual
 
Mensagens: 1518
Registado: 17 mai 2007, 04:20
Localização: Torres Vedras

Re: Decreto-Lei n.º 195/91 (INCLUI VALOR DAS MULTAS)

Mensagempor J.C.Menezes » 06 jun 2013, 15:35

Ao ler comentários sobre legislação do GPL verifico que as pessoas em geral julgam que ainda é obrigatório o uso da placa azul identificativa. TAL NÃO É VERDADE. Essa regulamentação foi inequivocamente REVOGADA HÁ CERCA DE 1 ANO com a indicação de que iria ser regulamentada uma nova identificação, tipo selo de reduzidas dimensões. Tal já se passou, como digo, há cerca de 1 ano. O facto de ainda não ter sido regulamentado o tal selo novo, não desvaloriza a revogação decretada. A situação em termos legais é idêntica no que se refere a estacionamento em parques que não sejam subterrâneos. Não havendo regulamentação não existe matéria de impedimento. Quando sair a portaria que regulamentará o uso do dístico e as condições de parqueamento em parques, aí sim, teremos de usar aquilo que a portaria regulamentar. Até lá NÃO HÁ "TÓ" nem impedimento de estacionar em PARQUES DE ESTACIONAMENTO QUE NÃO SEJAM ABAIXO DO NÍVEL DO SOLO.
J.C.Menezes
Utilizador Junior
 
Mensagens: 64
Registado: 20 fev 2007, 23:52

Re: Decreto-Lei n.º 195/91 (INCLUI VALOR DAS MULTAS)

Mensagempor Biju » 06 jun 2013, 16:16

J.C.Menezes Escreveu:Ao ler comentários sobre legislação do GPL verifico que as pessoas em geral julgam que ainda é obrigatório o uso da placa azul identificativa. TAL NÃO É VERDADE. Essa regulamentação foi inequivocamente REVOGADA HÁ CERCA DE 1 ANO com a indicação de que iria ser regulamentada uma nova identificação, tipo selo de reduzidas dimensões. Tal já se passou, como digo, há cerca de 1 ano. O facto de ainda não ter sido regulamentado o tal selo novo, não desvaloriza a revogação decretada. A situação em termos legais é idêntica no que se refere a estacionamento em parques que não sejam subterrâneos. Não havendo regulamentação não existe matéria de impedimento. Quando sair a portaria que regulamentará o uso do dístico e as condições de parqueamento em parques, aí sim, teremos de usar aquilo que a portaria regulamentar. Até lá NÃO HÁ "TÓ" nem impedimento de estacionar em PARQUES DE ESTACIONAMENTO QUE NÃO SEJAM ABAIXO DO NÍVEL DO SOLO.


Mais uma vez, porque ler os tópicos é muito custoso:
Não se passou 1 ano, nem coisa parecida. A lei saiu em 31 de Janeiro (Lei 13/2013). As ditas Portarias deviam ter entrado em vigor dia 1 de Maio (até agora... nem vê-las)
Quanto ao "tó" certíssimo.
Quanto a estacionar... errado. Não se pode. Ponto final
Avatar do Utilizador
Biju
Utilizador
 
Mensagens: 246
Registado: 09 abr 2012, 15:35

Publicidade Aqui ?
(clique aqui)

Próximo

Voltar para Questões Legais

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

Custo de chamada igual a uma chamada para 219947420