passa-a-bola-ó-ronaldo

O Sítio ideal para a desbunda ... :)
(Uma Necessidade de uma comunidade em crescimento)

passa-a-bola-ó-ronaldo

Mensagempor forunista » 08 jul 2016, 08:34

O fenómeno da identificação ou a assunção da mediocridade

Imagem

Tous les drapeaux ont été tellement souillés de sang et de merde
qu’il est temps de n’en plus avoir, du tout
Gustave Flaubert
.
O patriotismo é, de todas as faces da estupidez, a mais enigmática e inquietante. A mais em forma de assim. Trata-se de uma forma de estupidez particularmente virulenta porque achaca em simultâneo quantidades apreciáveis de pessoas. Um fenómeno de massas, portanto.
Como já referi algures neste blogue, trata-se de um fenómeno que, através da propaganda, transforma pessoas sem qualquer brio individual ou qualidades cívicas notórias numa turba cheia de auto estima, convictamente consciente dos supostos valores da sua hereditariedade. E quanto mais grunhos, impreparados e civicamente amorfos forem os indivíduos, mais ululante se torna o fervor colectivo. Em geral isto é perpetrado por motivos esconsos mais ou menos óbvios, mas sempre inconfessados.
.
Isto é facilmente observável, por demais evidente, na Europa das nações e no seu campeonato de futebol. Todos os povos projectam na sua selecção nacional aquilo que presumem ser a súmula dos seus valores nacionais e exigem que ela reflicta com orgulho o que os identifica. Assim, os russos são obstinados, os alemães metódicos, os franceses ousados, os italianos são pragmáticos, os croatas fantasistas, os romenos temperamentais, os suíços são neutros, os ingleses fleumáticos, os espanhóis tiquitaca, os irlandeses são doidos, os suecos nórdicos, os turcos explosivos e os islandeses um caso à parte (os galeses não são tão fleumáticos como os ingleses nem tão doidos como os irlandeses).
.
Ou seja, as equipas acabam sempre por corresponder à ideia que os povos fazem de si mesmos. Salvo os portugueses, que não sei bem o que são; ou o que julgam que são. A julgar pelo desempenho da sua selecção (a equipa não joga puto, não vence um jogo em cinco) deduzo que não sejam grande coisa. Mas eles não se importam com isso, pelo contrário - estão plenamente identificados com ela. O orgulho nacional português, a cagança, está ao rubro (e ao verde, claro). E redobra de intensidade a cada um dos seus vitoriosos empates.
.
Ora o futebol é um jogo e, como tal, um divertimento. A vitória é consequência natural do melhor desempenho - isto é, sorri sempre ao que melhor joga que é, em simultâneo, quem mais se diverte; e quanto mais categórica e indiscutível for a vitória, além da glória obtém também, invariavelmente, o respeito dos vencidos. Isto é elementar de tão simples. Mas não para os portugueses.
.
Para os portugueses o futebol não é um jogo simples, nem um divertimento. É uma ciência oculta. Um esquema mental obscuro, entre a lógica e a irracionalidade, que se socorre de uma estranha matemática (com mais incógnitas que soluções) na fase de grupos e da mais bizarra religiosidade nos jogos do matamata - o qu’eles rezam, putaquepariu, bichanando como as velhas, na lotaria dos pénaltes.
Em Portugal ninguém vai à bola para se divertir, nem espera isso dos jogadores. O estádio é, para eles, um campo santo, o dos “mártires da Pátria”. Espera-se (exige-se) dos jogadores “espírito de sacrifício” , “saber sofrer”, “marchar contra os canhões” e outras merdas do mesmo jaez.
- O futebol é, para os portugueses, na praia ou no sofá, uma filosófica dilaceração, uma espécie de teologia do sofrimento.
- O técnico da selecção é um demiurgo veterano, um sábio, um cérebro que parece que está sempre com dor de barriga cuja táctica é passa-a-bola-ó-ronaldo e a estratégia é levar isto próspenaltes, caralho.
- A equipa, crestiano & as dez ronaldetes, é a risota de toda a Europa. Entra em campo a benzer-se ao pé coxinho com tanta vontade de não perder que se esquece do mais elementar: jogar à bola. Por isso, vão tentando freneticamente passar-a-bolóronaldo, enquanto esperam pla hora das penalidades.
.
Apesar disso, nos media, nas redes sociais, nas ruas, o espectáculo é delirante: quanto mais pífio o jogo da equipa e mais nulo o resultado mais cresce o fervor patriótico dos portugueses. O patriotismo estremece as avenidas, rechina plas vielas, escorre, viscoso, dos televisores. Estarrece. Quase tanto como o entusiasmo da juventude alemã pel’aviação sem motor. Mas igualmente revelador: este incrível e patusco processo de identificação dos portugueses com a sua selecção é também, receio, a assunção sem complexos da qualidade que melhor os define, a sua verdadeira identidade.
.
Assim, o jogo de hoje com o país de Gales pode ser um alívio para mim; ou o meu pior pesadelo: a muita séria possibilidade do triunfo - para todo o mundo ver, na final - da mais mesquinha mediocridade.
Os corações dos portugueses já estão ao alto. O meu é que não sei se aguenta.

http://ositiodosdesenhos.blogspot.pt/20 ... ao_15.html

Nota: O que eu me ri a ler isto...pura verdade.
forunista
Cidadão Virtual
 
Mensagens: 1511
Registado: 14 fev 2007, 14:49
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Tartarini
Marca do Veículo: Renault
Modelo: Clio II 1.2 16v
Ano: 2002

Re: passa-a-bola-ó-ronaldo

Mensagempor chorao » 08 jul 2016, 08:42

Compreender e conhecer os nosso próprios defeitos, aceita-los e fazer deles vantagens é sinal de inteligência e prosperidade pessoal.
quote do "ok_computer": e vê os links da asssinatura do PaulAns :mrgreen:
Os meus carros a GPL foram um Renault 5 GL 1.1 de 1986 e um Daewoo lanos 1.4 de 2001
Avatar do Utilizador
chorao
Moderador(a)
 
Mensagens: 6543
Registado: 11 abr 2005, 08:32
Localização: fundão
Distrito onde reside.: Castelo Branco
Viatura a GPL?: Não

Re: passa-a-bola-ó-ronaldo

Mensagempor bruno065 » 08 jul 2016, 08:54

Onde é que ponho o gosto nesse post???
Tanta verdade em tao poucos parágrafos...
bruno065
Utilizador
 
Mensagens: 120
Registado: 25 jul 2015, 22:09
Distrito onde reside.: Aveiro
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: BRC
Marca do Veículo: Renault
Modelo: clio II ph1
Ano: 2001

Re: passa-a-bola-ó-ronaldo

Mensagempor j_verne » 08 jul 2016, 16:19

Pessoalmente, não me identifiquei nada com o texto...

j_verne
Cidadão Virtual
 
Mensagens: 3243
Registado: 11 abr 2009, 14:32
Distrito onde reside.: Guarda
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: BRC
Marca do Veículo: Skoda
Modelo: Octavia 1.6i
Ano: 2006

Re: passa-a-bola-ó-ronaldo

Mensagempor Farfalho » 08 jul 2016, 17:26

Hahaha muito bom

Enviado com aprovação Jacques Cousteau
Renault 19 1.4e RTI '94
Avatar do Utilizador
Farfalho
Cidadão Virtual
 
Mensagens: 689
Registado: 17 nov 2014, 23:48
Distrito onde reside.: Setúbal
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: BRC
Marca do Veículo: Renault
Modelo: 19 1.4e RTI
Ano: 1994

Re: passa-a-bola-ó-ronaldo

Mensagempor PauloAns » 09 jul 2016, 13:35

:clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:
por um lado quero que a selecção ganhe para muitos poderem ter uma hora de felicidade, ainda que efémera e inútil... por outro, temo as consequências do que esta alegria vai mascarar.
eu, ainda assim, festejo uns 15 minutos depois do jogo se ganharmos... e desligo a televisão, que fica impossível de ver os canais portugueses.
Cumps
Paulo Ans
--Testes de pré-instalação : http://tinyurl.com/pgpav2f --
--GPL para iniciados : http://tinyurl.com/oahegoj --
--Quase tudo para GPL: http://tinyurl.com/mz2cxv7 --
Avatar do Utilizador
PauloAns
Cidadão Virtual
 
Mensagens: 5705
Registado: 12 abr 2005, 08:50
Localização: Amadora
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Não

Re: passa-a-bola-ó-ronaldo

Mensagempor chorao » 11 jul 2016, 08:11

Ela cá canta finalmente, mesmo sem passar a bola ao Ronaldo. Mostra um pouco daquilo que são feitos os portugueses: muito esforço e sofrimento. Mais do que mandar atuardas para o ar é fazer por isso. Tenho um pouco de orgulho em ser medíocre pois, como se vê, esses também conseguem ganhar.
quote do "ok_computer": e vê os links da asssinatura do PaulAns :mrgreen:
Os meus carros a GPL foram um Renault 5 GL 1.1 de 1986 e um Daewoo lanos 1.4 de 2001
Avatar do Utilizador
chorao
Moderador(a)
 
Mensagens: 6543
Registado: 11 abr 2005, 08:32
Localização: fundão
Distrito onde reside.: Castelo Branco
Viatura a GPL?: Não

Re: passa-a-bola-ó-ronaldo

Mensagempor forunista » 11 jul 2016, 09:46

Quando eu emigrei senti mais à flor da pele o que era a saudade do meu país.
Se para nós que nascemos cá, fomos criados cá e vivemos cá, sentimos orgulho quando vemos um português ganhar alguma coisa, isso é ampliado 10x quando se trata de um emigrante. Qualquer objecto ou momento que vemos num país estrangeiro, que faça lembrar Portugal, invade-nos um sentimento de saudade e de orgulho que só quem passa por ele é que sabe.

Qualquer português tem orgulho em sê-lo ! Cada um expressa o seu patriotismo à sua maneira. Gritando "Portugal" quando vencemos um jogo, sorrindo quando vemos os nossos atletas ganhar medalhas, sonhando quando o nosso partido foi para o governo e temos a confiança de que a vida vai melhorar, saboreando um belo cozido à portuguesa, usufruindo das nossas belas praias, visitando as nossas belas cidades e locais mágicos.
Pensar que alguém é mais patriótico do que outra pessoa só porque salta mais alto ou grita mais alto, é não saber o significado de patriotismo.

Eu amo o meu país e como é natural, quero o melhor para ele e para quem vive nele. Isto é o mais importante.

Só que há uma coisa que não podemos esquecer: O futebol é um jogo e um jogo é divertimento. Torna-nos felizes quando ganhamos, mas em nada altera a nossa condição de vida. Hoje tive de acordar à mesma hora, vir para o mesmo sitio, fazer as mesmas coisas.
forunista
Cidadão Virtual
 
Mensagens: 1511
Registado: 14 fev 2007, 14:49
Distrito onde reside.: Lisboa
Viatura a GPL?: Sim
Marca do KIT GPL: Tartarini
Marca do Veículo: Renault
Modelo: Clio II 1.2 16v
Ano: 2002

Re: passa-a-bola-ó-ronaldo

Mensagempor chorao » 11 jul 2016, 10:00

forunista Escreveu:Quando eu emigrei senti mais à flor da pele o que era a saudade do meu país.
Se para nós que nascemos cá, fomos criados cá e vivemos cá, sentimos orgulho quando vemos um português ganhar alguma coisa, isso é ampliado 10x quando se trata de um emigrante. Qualquer objecto ou momento que vemos num país estrangeiro, que faça lembrar Portugal, invade-nos um sentimento de saudade e de orgulho que só quem passa por ele é que sabe.

Qualquer português tem orgulho em sê-lo ! Cada um expressa o seu patriotismo à sua maneira. Gritando "Portugal" quando vencemos um jogo, sorrindo quando vemos os nossos atletas ganhar medalhas, sonhando quando o nosso partido foi para o governo e temos a confiança de que a vida vai melhorar, saboreando um belo cozido à portuguesa, usufruindo das nossas belas praias, visitando as nossas belas cidades e locais mágicos.
Pensar que alguém é mais patriótico do que outra pessoa só porque salta mais alto ou grita mais alto, é não saber o significado de patriotismo.

Eu amo o meu país e como é natural, quero o melhor para ele e para quem vive nele. Isto é o mais importante.

Só que há uma coisa que não podemos esquecer: O futebol é um jogo e um jogo é divertimento. Torna-nos felizes quando ganhamos, mas em nada altera a nossa condição de vida. Hoje tive de acordar à mesma hora, vir para o mesmo sitio, fazer as mesmas coisas.

Tenho orgulho em ti por mostrares neste post o que é ser português. Esta taça é tão mais para eles (portugueses pelo mundo) do que é para nós.
quote do "ok_computer": e vê os links da asssinatura do PaulAns :mrgreen:
Os meus carros a GPL foram um Renault 5 GL 1.1 de 1986 e um Daewoo lanos 1.4 de 2001
Avatar do Utilizador
chorao
Moderador(a)
 
Mensagens: 6543
Registado: 11 abr 2005, 08:32
Localização: fundão
Distrito onde reside.: Castelo Branco
Viatura a GPL?: Não

Publicidade Aqui ?
(clique aqui)


Voltar para Convívio

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

Custo de chamada igual a uma chamada para 219947420